quarta-feira, outubro 29

A volta de "Melrose"

Confirmado. "Melrose Place", sucesso dos anos 90, vai ganhar uma nova versão. A emissora CW afirmou que a nova série já está sendo produzida e deve estrear em setembro de 2009, segundo o site Entertainment Weekly.


A decisão de fazer o remake veio do sucesso que "90210", a nova versão de "Barrados no Baile", anda fazendo nos Estados Unidos. Apesar de a audiência ser relativamente baixa, a atenção dada à série é muito grande e o canal não ignora este fato.

Pra quem não sabe Melrose Place foi um famosíssimo seriado norte-americano que fez muito sucesso no Brasil de 1994 a 1998, enquanto era exibido pela Rede Globo de Televisão até um certo tempo, passando no ano de 1999 a ser reprisado na Rede Bandeirantes. Na TV fechada, os direitos ficaram como a Sony.

A série se passa no condomínio Melrose, em Los Angeles, onde as vidas de seus locatários se cruzam em diversas situações envolvendo ambição, sexo, traições e até mesmo assassinatos. Do elenco original, somente Thomas Calabro, que interpretava o médico mal caráter Michael Mancini, permaneceu em todas as temporadas.



Dos diversos personagens, além de Michael Mancini, também marcaram a série Jane Mancini (Josie Bisset), primeira esposa de Michael, Sidney Andrews (Laura Leighton), a irmã de Jane, Jo Reynolds (Daphne Zuniga), fotógrafa que se muda de Nova York para Los Angeles, Kimberly Shaw (Marcia Cross), médica que se torna a psicótica da série, Jake Hanson (Grant Show), Billy Campbell (Andrew Shue), Allison Parker (Courtney Thorne-Smith), Matt Fielding (Doug Savant) e Amanda Woodward (Heather Locklear) - esta última também ficou até o final da série.




Outros que fizeram parte do elenco nas sete temporadas de Melrose Place foram Jack Wagner (como Peter Burns), Kristin Davis (Brooke) e Alyssa Milano (como Jennifer Mancini, irmã de Michael).




"A volta de 'Melrose' seria uma coisa muita divertida de fazer. Eu não ficaria surpreso se acontecesse, se fosse feito da maneira certa", disse Darren Star, criador de "Melrose Place" e "90210".

domingo, outubro 26

Lindsay Lohan é dispensada de Ugly Betty

Os dia de sucesso ficaram para trás. Lindsay Lohan, fenômeno teen em filmes como Sexta-Feira Muito Louca e Meninas Malvadas, segue em crise profissional e acaba de ser dispensada da comédia Ugly Betty, onde estava escalada para uma série de participações especiais.
De acordo com Kristin dos Santos, do E! Online, a presença da atriz na série desagradou os produtores. Uma fonte anônima dentro da rede ABC comentou:

"Ela não estava interessada em criar um personagem. Ela estava mais interessada em interpretar a si mesma e isto não estava dando certo em um seriado como este, que exagera o mundo real."



Lohan participou do episódio do final da segunda temporada de Ugly Betty (que estréia em novembro no Brasil, na Sony) e acabou sendo convidada para participar de mais seis episódios do terceiro ano da série.



Esta semana deverá ir ao ar o quarto episódio com a participação da atriz, que será a última. Os episódios restantes já foram reescritos, removendo a participação de sua personagem.



O New York Post, no entanto, tem uma versão diferente dos motivos para a saída da atriz. Segundo um produtor, também anônimo:

"Foi uma confusão. Lindsay aparecia diariamente com uma enorme entourage. Ela fuma 24 horas por dia e, depois que saiu tivemos que repintar seu vestiário, que ficou completamente destruído. "


Já uma amiga da atriz culpa a estrela de Ugly Betty, America Ferrera, por seu afastamento:

"America foi má com Lindsay. Os produtores dão a ela muito poder. Lindsay não gravou os dois últimos episódios da série porque America não gosta dele e exigiu que ela fosse afastada."

sábado, outubro 25

Adeus Izzie?

É, muitas surpresas podem pintar nesta quinta temporada de Grey's Anatomy. Entre elas, seria um possível adeus para a charmosa²¹³ Dra. Izzie Stevens (Katherine Heigl). Isto pelo fato de Jeffrey Dean Morgan ter retornado as gravações para esta nova temporada. Ou seja, Denny Duquette está de volta a Grey´s Anatomy para alegria de todos os fãs que gostavam do romance entre ele e Izzie.


Segundo o colunista Michael Ausiello, do site Entertainment Weekly, o amor da vida da Dra. Stevens vai reaparecer nesta quinta temporada, mais precisamente dia 6 de novembro, nos Estados Unidos, é claro.

Existiam rumores de que Izzie estaria com um tumor no cérebro e por isso teria visões com Denny. Mas essa teoria está descartada. Segundo fontes do colunista, o ator vai aparecer em um momento em que, facilmente, poderia ser a despedida de Izzie. Será?!


Pois é, no caso, Izzie e Denny ficariam juntos para sempre, em outra vida, depois da morte da doutora. Mas isso são rumores, os episódios ainda não foram em exibição, nem existe uma sinopse certa de que isso irá acontecer....É esperar pra ver...



E você, o que acha? Já imaginou Grey's Anatomy sem a Dra. Izzie Stevens e seus "famosos" Muffins?

sexta-feira, outubro 24

Rapidinhas!

Bom, como vocês sabem, uma vez por semana eu coloco algumas notícias rápidas aqui, era para eu ter feito isso ontem, mas por motivos acadêmicos , não pude, então aqui vai!



A matança continua! O canal Showtime anunciou nesta terça-feira (21/10) a renovação de Dexter para mais duas temporadas de 12 episódios. Dexter Morgan (Michael C. Hall), o serial killer mais popular da televisão ficará no ar até 2010. Dexter é atualmente a série mais assistida do canal. A estréia da terceira temporada foi assistida por mais de 3 milhões de telespectadores, número incrível para os padrões do canal.


Mal estreou "John Adams", e a HBO já prepara a estréia de mais uma minissérie em sua programação. O canal estréia no próximo dia 3 de novembro a minissérie de guerra Generation Kill. Com sete episódios, a minissérie é baseada no livro de mesmo nome de Evan Wright, repórter da revista Rolling Stone. Wright acompanhou o 1º Batalhão de Reconhecimento na invasão americana ao Iraque em 2003. O primeiro episódio mostra como Wright se juntou a tropa, em um acampamento no Kuwait. Ao longo das semanas são narradas as missões do batalhão, até a chegada à Bagdá.




A atriz Salma Hayek aceitou o convite de Tina Fey e vai participar da nova temporada de "30 Rock". Segundo o jornal "New York Post", Fey convidou Hayek pessoalmente na noite da cerimônia de premiação do Emmy, quando "30 Rock" levou o prêmio de Melhor Série Comédia. Não foram divulgados detalhes sobre a personagem de Hayek, que vai participar de dois episódios. A gravação do primeiro episódio estava prevista para começar ainda nesta semana. Hayek, que é produtora executiva e participou da primeira temporada de "Ugly Betty", é a mais recente celebridade a participar da próxima temporada de "30 Rock".

O CW vai produzir um "spinoff" (série derivada) do seu programa de maior audiência, "America's Next Top Model".O canal americano vai produzir o piloto de "Operation Fabulous", apresentado por Jay Manuel e J. Alexander, que atualmente participam de "America's Next Top Model". A produção ficará a cargo de Tyra Banks e Ken Mok.


Uma das comédias mais elogiadas da década está voltando. É Segura a Onda, da HBO, ou Curb Your Enthusiasm para quem não se acostuma com os títulos traduzidos do canal. De acordo com The Hollywood Reporter, o seriado estrelado e produzido por Larry David, uma dos gênios por trás de Seinfeld, ganhará uma sétima temporada. A produção já começou e as gravações estão agendadas para dezembro. Serão 10 novos episódios.


A espera é longa, mas está ficando menor. Em janeiro de 2009 estréia nos Estados Unidos a quinta temporada de Lost.  Nesta quarta-feira (22/10) o site Lost Spoilers publicou na Internet a primeira vinheta da nova temporada com cenas inéditas da série, que você pode ver abaixo. O vídeo já ganhou legendas em português do pessoal do site Dude, We are Lost!. Eis o link: http://www.youtube.com/watch?v=1v_VqK_KQsU

quinta-feira, outubro 23

A Fórmula do Sucesso

Parece, que a CBS (Rede americana de televisão) encontrou a fórmula do sucesso para se manter na liderança de audiência, pelo menos neste início de temporada nos EUA. Isso porque pela segunda semana seguida, a rede de televisão liderou a disputa pela audiência na tv americana entre o público geral e os adultos, com quatro dos cinco programas mais assistidos. E como eles conseguiram isso? Simples, é só investir em programas investigatórios policiais de renome e sucesso.

Pois é, a CBS conseguiu colocar CSI no topo do ranking na primeira semana, seguido de "Dancing with the Stars", da ABC, e posteriormente por "NCIS",  "Criminal Minds" e "CSI:NY", completando  a lista pela CBS.

Tudo indica que a temática que envolve crimes e casos policiais, demonstrando o cotidiano dos profissionais investigativos, está em alta entre os telespectadores americanos, e porque não mundiais? Tá certo que no Brasil, estas não são as séries preferidas, mas existe a probabilidade desta situação mudar com o tempo, iniciando pela estréia das novas temporadas das tramas por aqui, como aconteceu nos EUA. Vale lembrar que todas essas séries investigativas da CBS são exibidas aqui pelo canal AXN.  Para ter idéia, CSI vem vencendo sua principal rival na grade de programação (do horário nobre - 21 hs), Grey's Anatomy (ABC) , que também lançou sua nova temporada, no caso a 5ª, e que há tempo incomoda os executivos da CBS, pelo sucesso que a série vem fazendo.


O interessante é que as franquias de CSI estão realmente dando certo, isso pode se confirmar com a presença de CSI: NY na quinta posição (com 15,873 milhões de telespectadores) e CSI: Miami, em 11º lugar (com  13,884 milhões). As diferentes agências de investigação das mais badaladas cidades americanas cairam no gosto do povo, principalmente com as novas temporadas.



E carreadas pelo sucesso da franquia, Criminal Minds, com tal fórmula, também conquistou o seu espaço, porém, surpreendendo com um enredo diferente focado no criminoso e não no crime, como de costume; Assim como NCIS, agência federal Naval Criminal Investigative Service que investigava todos os tipos de crimes que envolvem a Marinha dos Estados Unidos, um enredo diferente do usado em CSI e derivações.



Dentre a disputa da média semanal dos canais, o ranking não foi tão diferente, com: CBS (1º lugar, 10,96 milhões), ABC (2º lugar, 9,59 milhões), Fox (3º lugar, 7,96 milhões), NBC (4º lugar, 7 milhões) e CW (5º lugar, 2,11 milhões).



Veja a relação das 20 séries mais assistidas na primeira semana de exibição:

1º. "CSI: Crime Scene Investigation" (CBS) — 23,485 milhões

2º. "Dancing With the Stars (segunda)" (ABC) — 18,592 milhões
3º. "NCIS" (CBS) — 16,288 milhões
4º. "Criminal Minds" (CBS) — 16,185 milhões
5º. "CSI: NY" (CBS) — 15,873 milhões
6º. "Desperate Housewives" (ABC) — 15,505 milhões
7º. "Dancing With the Stars (terça)" (ABC) — 15,065 milhões
8º. "Grey's Anatomy" (ABC) — 14,797 milhões
9º. "The OT (futebol americano)" (Fox) — 14,232 milhões
10º. "Two and a Half Men" (CBS) — 14,073 milhões
11º. "CSI: Miami" (CBS) — 13,884 milhões
12º. "Survivor: Gabon" (CBS) — 13,278 milhões
13º. "NBC Sunday Night Football" (NBC) — 13,051 milhões
14º. "Eleventh Hour" (CBS) — 11,373 milhões
15º. "Extreme Makeover: Home Edition" (ABC) — 11,344 milhões
16º. "Life on Mars" (ABC) — 11,333 milhões
17º. "Cold Case" (CBS) — 10,994 milhões
18º. "Saturday Night Live: Weekend Update" (NBC) — 10,85 milhões
19º. "60 Minutes" (CBS) — 10,753 milhões
20º. "Bones" (FOX) — 10,559 24 milhões

Agora veja a relação dos programas mais vistos na última semana:

01. CSI (CBS) 19,275

02. NCIS (CBS) 18,038
03. Dancing with the starts (ABC) 17,765
04. Desperate Housewives (ABC) 15,485
05. The Mentalist (CBS) 14,935
06. Dancing with stars / Results (ABC) 14,816
07. Grey's Anatomy (ABC) 14,803
08. Two and a half men (CBS) 14,719
09. 60 minutes (CBS) 14,533
10. House (FOX) 13,269
11. CSI: Miami (CBS) 13,217
12. Survivor: Gabon (CBS) 12,807
13. Eleventh hour (CBS) 11,907
14. Samanta Who? (ABC) 11,446
15. Cold Case (CBS) 11,288
16. Without a Trace (CBS) 11,051
17. Extreme Makeover (ABC) 10,912
18. Amazing Race 13(CBS) 10,294
19. Sunday Night Football (NBC) 10,014
20. Brothers and Sisters (ABC) 9,818


Este número tende a crescer, já que na semana que passou o canal não exibiu CSI:NY e Criminal Minds, ou seja, a CBS só não tem os 5 mais vistos por causa da falta das duas tramas, por que se tivesse.....

No mais, eu to pensando em criar uma história policial, com muitos crimes e casos espetaculares, para vender pras redes americanas.....E assim ficar rico e me mudar pro Havaí.....

CSI :
AXN: segunda (20h00); terça (10h00/15h00); domingo (12h00/19h00/23h00)


CSI:NY
AXN: quinta (20h00); sexta (10h00/15h00); sábado (06h00/11h00/17h00)

CSI:Miami
AXN: quarta (21h00); quinta (11h00/16h00); domingo (07h00/10h00); segunda (05h00)

Criminal Minds:
AXN: sexta (20h00); sábado (19h00); domingo (05h00); segunda (10h00/15h00)

NCIS:
AXN: sexta (21h00); sábado (07h00/10h00/18h00/00h00); segunda (11h00/16h00)

quarta-feira, outubro 22

"The Mentalist": Será que dá certo?

Bom, quem acompanha o blog, viu que eu postei algumas informações rápidas na semana passada. Dentre essas informações, eu falei um pouco sobre "The Mentalist", série que estréia em novembro no Brasil pela Warner, e anda fazendo sucesso na TV americana (Rede CBS), tanto sucesso, que como eu havia mencionado, o seriado ganhou uma temporada completa, com 22 episódios.



Mas voltando ao que interessa, será que dá certo? Bom, acho que sim. Apesar de não ser o maior fã de seriados policiais, este em particular me chamou atenção, muito pela forma como é narrado, onde entendemos o que o personagem principal pensa e cogita em relação aos crimes. A história me parece ser criativa, com uma justificativa para tudo, e um enredo que faz com que fiquemos sempre ligado no episódio (pelo menos até agora).



A trama gira em torno de Patrick Jane (Simon Baker,"Shark"), um consultor da CBI, agência de investigação da Califórnia, que tem um histórico impressionante de solucionar casos complicados usando suas apuradas habilidades de observação. Até aí tudo bem, se não fosse a incrível habilidade de Jane de entender a mente humana assim como possuir um instinto apurado em entender o comportamento humano, onde através destes artifícios,ele consegue obter informações importante para as soluções dos casos. Tal habilidades não surgem do nada, uma vez que Patrick Jane trabalhava como um "medium" farsante em um programa de TV, analisando a personalidade de seus "clientes" e a partir daí ganhando dinheiro com seus comentários "furados".


O interessante é que este passado como "medium" acaba iniciando a trama, o levando para a primeira aventura como consultor da CBI. Embora a capacidade de Jane seja de grande utilidade para a corporação, a agente sênior Teresa Lisbon (Robin Tunney, "Prison Break") resiste abertamente à presença dele na unidade, "atrapalhando" (ou deixando mais legal) os casos. O grupo principal é formado ainda pelos agentes Kimball Cho (Tim Kang), Wayne Rigsby (Owain Yeoman, "The Nine") e a novata espiritualista Grace Van Pelt (Amanda Righetti, "The O.C.").

É como se Patrick Jane fosse o "House" dos policiais, onde para solucionar seus casos, quebra todos os protocolos e utiliza artifícios que só ele tem, assim como o ranzinza Doutor do seriado médico. O seriado justifica, como disse anteriormente, o sucesso que teve nos EUA, onde nada é tão óbvio e os casos fogem do comum, fazendo com que o telespectador fique asisstindo até o fim para saber o final de cada trama.
Portanto, se você gosta de seriados policiais, "The Mentalist" é uma boa pedida, interessante e inteligente. Mas se fosse não gosta, não custa nada assistir um episódio....vai saber né?

The Mentalist estréia no Brasil no dia 6 de novembro, quinta-feira, às 21h, na Warner Channel.

terça-feira, outubro 21

Notícia de última hora: Sony muda grade de programação

É, pessoal, se você leu o post passado aqui no 14 Temporadas, percebeu que eu lamentei o fato do Warner Channel mudar sua grade de programação, investindo um pouco mais em filmes comparado às séries. Mas se você achou que esta era uma notícia ruim (como eu por exemplo), ficará muito mais decepcionado(a) com a nova grade de programação do canal Sony.

Pois é, a Sony anunciou oficialmente nesta terça-feira, 21 de outubro, sua nova grade de programação para o mês de novembro. Como nos últimos anos, o canal vem com poucas novidades – as principais séries do canal, Grey´s Anatomy e Desperate Housewives, só estréiam a partir de fevereiro de 2009, e parte da programação está ali tapando buraco, guardando espaço para a estréia em 2009 de mais uma edição do American Idol. Apenas 8 séries retornam com episódios inéditos em novembro. Ou seja, séries como "30 Rock" e "Eli Stone" também só terão episódios inéditos a partir de 2009 .



Se você achou que tava ruim, fique sabendo que ficou pior, a Sony jogou a toalha — o canal agora terá duas sessões de filmes no horário nobre semanal (nas noites de terça, às 20h, e nas noites de sexta, às 22h). E a presença de filmes na grade da Sony causa ainda mais estranheza – afinal a Warner, quando chegou ao Brasil nos anos 90 exibia muitos filmes, já a Sony sempre foi um canal de variedades, com ênfase em seriados. No país, os canais básicos mais assistidos (infelizmente) na tv paga são aqueles que exibem filmes, como o TNT, o Universal e a Fox.


Mas (felizmente), temos um diminuto motivo de consolo neste mês de novembro, o canal terá duas estréias de peso. "Private Pratice", série derivada de "Grey's Anatomy" (já comentada aqui por sinal). Devido à greve dos roteiristas, a 1ª temporada teve apenas 9 episódios. Com isso, a Sony deverá tirar o atraso de um ano na exibição da série no Brasil, já que a 2ª temporada chega por aqui ainda no começo de 2009. Outra estréia é a esperada"90210", nova versão do clássico drama adolescente "Barrados no Baile" ("Beverly Hills, 90210"), chega dois meses após estrear batendo recordes de audiência no canal americano CW. Após a exibição de apenas 4 episódios na tv americana, "90210" já garantiu a produção completa de sua temporada de estréia.

Na prática, a grade do canal Sony é tão magra como a da Warner. As novas atrações do canal, somadas ao reality nacional Brazil´s Next Top Model somam apenas oito horas e meia de programação inédita no primetime, meia hora a menos do que a Warner.



Portanto, se já tinhamos pouco espaço na TV aberta,  estamos perdendo mais um pouco na TV paga, o que deixa tristes os verdadeiros fãs de séries (como eu).



Veja a nova grade de programação da Sony:







"O mundo das séries estaria acabando????!!!"

Comente!

Mudanças na grade do Warner Channel

Pois é galera, uma notícia não tão entusiasmante mexeu com o mundo das séries recentemente. O Warner Channel fez mudanças drásticas em sua nova grade de programação (que inicia em novembro) — e para pior. Devido a questões comerciais e de mercado, a emissora irá iniciar um investimento no núcleo cinematográfico que já possui como produtora. Muito em razão dos recentes sucessos da Warner Company nos cinemas, o canal vai focar grande parte de sua programação em filmes. Dos atuais três horários de exibição semanal de filmes, o Warner, a partir de novembro, terá pelo menos 21 filmes a cada semana.



E quem perde espaço nesta renovação? Isso mesmo, as séries de TV. Parece que o Warner Channel vai testar a paciência dos fãs, que por acaso pagam pela programação, e vão aprovar ou não essa nova mudança. No horário de pico, chamado horário nobre, serão apenas 10 séries no ar. Ao contrário dos anos passados, o canal irá ter apenas seis seriados com novas temporadas e apenas quatro estréias.




As novas séries serão: "Eleventh Hour", "Flashpoint", "Privileged" e "The Mentalist", estreando dia 3 de novembro. As novas temporadas serão de: Cold Case, The Big Bang Theory, Two and Half Men, Smallville, Terminator: The Sarah Connor Chronicles e Gossip Girl. Assim, as novas temporadas de "Californication", "Chuck", "ER", "Pushing Daisies", "Supernatural", "The New Adventures of Old Christine" e "Without a Trace", ficaram mesmo para 2009.



Tal atitude, deixará "de molho" alguns projetos, que deverão estrear apenas em 2009, como: "Fringe", "Knight Rider", "Trust Me" e "Randy Jackson Presents: America's Best Dance Crew".



 
Uma das alterações que já era esperada seria a exclusão da grade do canal das séries "Aliens in America" e "Life is Wild", que apesar de já terem sido canceladas saem do ar com episódios ainda inéditos no Brasil.



Nas reprises diurnas, apenas "Gilmore Girls","ER", "Friends", "Third Watch", "Smallville", "The New Adventures of Old Christine" e "Two and a Half Men" continuam na grade. Nos fins de semana não veremos mais séries "clássicas", como "Full House", e entrando reprises de "The O.C." e de seriados já descritos aqui.


Ou seja, perderemos muito espaço no Warner Channel, uma vez que o esperado seria uma temporada 2008/09 com 8 novas séries e 18 novas temporadas. Espero que os outros canais não sigam o exemplo e que os filmes da Warner façam juz a toda essa renovação.



Veja como fica a programação no horário nobre do Warner Channel com as mudanças da nova grade:

domingo, outubro 19

Será que vai?!

Pois é, parece que o mundo das séries está atraindo os canais abertos novamente, depois da Globo começar a investir em seriados brasileiros e deixar um pouco de lado as tramas gringas, a Record e o SBT apostaram em seriados de sucesso, como House, Grey's Anatomy, Ugly Betty, entre outros. E razoavelmente está até dando certo. Muitas pessoas estão se interessando por seriados que ainda não tinham visto, alguns amigos chegaram pra mim comentando que agora começaram a acompanhar os canais especialistas em séries como Sony, Warner e Fox, depois de terem esse "primeiro contato" na TV aberta.

E essa audiência parece dar tão certo, que agora a RedeTv! também quer entrar no grupo. Depois do imenso, extraordinário e exorbitante fracasso na tentativa de realizar uma versão brasileira de Desperate Housewives, Donas-de-casa Desesperadas (dá até vergonha de falar), o grupo paulista de televisão me parece que tomou rédeas e resolveu comprar alguns episódios de séries americanas que fizeram sucesso em um passado não tão distante. Tá certo que alguns podem dizer que a época deles já passou, e que a moda hoje é utilizar outros enredos e temáticas, mas antes isso do que tentar uma versão de "Prision Break" por exemplo, com detentos em Bangu II (¬¬).

Mas indo direto ao assunto, as séries em questão são: "Buffy, a Caça-Vampiros"; "Dallas" (isso mesmo, aquela dos anos 80); e a versão antiga, porém adorada por muitos, de "Barrados no Baile". Uma situação interessante é que as três séries foram exibidas aqui pela Rede Globo de Televisão, ou seja, a RedeTV! agora aposta em nostalgia e irá reapresentar séries que fizeram sucesso no Brasil nas décadas de 80 e 90. A gente sabe do considerável sucesso e audiência que as três tiveram aqui e mundialmente, onde "Dallas", por um período até fez parte do horário nobre da maior emissora de Televisão do país, todavia, se elas vão fazer sucesso ou não, esta é uma dúvida, uma vez que muitos podem não ter mais aquela empolgação de antigamente.


Basta esperar para ver....Um fato interessante é a reprise de "Barrados no Baile", que parece ser uma jogada esperta, uma vez que a estréia da nova versão do seriado de sucesso (90210) está para acontecer na Sony, tudo indica que 90210 (que pra quem não sabe é o Cep de Beverly Hills) vai voltar com tudo, e atrelada a essa "promessa", a RedeTV! resolveu voltar com "Barrados no Baile".
E o relançamento está chegando!, de acordo com a coluna Outro Canal, do jornal Folha de São Paulo, a Rede TV! irá exibir a partir de outubro as saudosas Buffy A Caça-Vampiros (19/10, domingo, 17h) e Dallas (25/10, sábado, 23h30), e em novembro, o canal exibirá, aos sábados, às 19 horas, Barrados no Baile.



Na minha particular e humilde opinião, acho muito difícil exibirem todas as temporadas, mas vamos ver no que vai dar....



Abraços!

sábado, outubro 18

Terminator: The Sarah Connor Chronicles pode ser cancelada

Pois é, pra quem pensava que os produtores de "Exterminador do Futuro" iriam parar de tentar fazer com que a história que tinha como protagonista Arnold Schwarzenegger emplacasse novamente, talvez tenha se surpreendido com o lançamento de Terminator: The Sarah Connor Chronicles. Que pode acabar não vingando, assim como o último filme da seqüência cinematográfica.

A trama diz respeito a uma certa continuação de "O Exterminador do Futuro 2", onde Sarah Connor (Lena Headey, "300", "Os Irmãos Grimm") pára de fugir e decide enfrentar seus inimigos que sempre estão evoluindo tecnologicamente.Pra quem não sabe Sarah Connor é a mãe de John Connor (Thomas Dekker, "Heroes", "7th Heaven"), o real perseguido em toda essa história (inclusive nos filmes), que seria um "messias" do futuro, uma espécie de salvador, que lideraria a humanidade contra as máquinas no futuro. Com a ajuda de um adróide (obviamente), que por acaso não é Arnold Schwarzenegger, Sarah descobre que proteger seu filho e impedir a rebelião das máquinas é mais difícil do que ela sequer imaginou.

Curiosidade: A série é produzida e roteirizada por Josh Friedman (Dália Negra, Guerra dos mundos) e dirigida por David Nutter (Smallville, Without a Trace, Supernatural).
A série, que foi uma aposta da Halcyon Company, uma empresa independente que adquiriu os direitos da franquia cinematográfica, pode ser cancelada. Com um enredo até que interessante, mas que necessita de um conhecimento prévio por parte do telespectador com relação aos primeiros 2 filmes da seqüência de Arnold Schwarzenegger, o seriado fez certo sucesso em sua primeira temporada, esticando sua estadia na TV por mais uma temporada.


Acontece que a Fox está insatisfeita com o desempenho de Terminator: The Sarah Connor Chronicles. Mas o motivo não é apenas a audiência do programa derivado de Exterminador do Futuro, mas o que ele está supostamente fazendo com Prison Break - uma das grandes séries da emissora.


A situação seria a seguinte, as emissoras de televisão têm o hábito de utilizar os programas como uma maré ,  um puxa o outro, mais forte, na seqüência do horário. No caso, Terminator: The Sarah Connor Chronicles deveria manter público até o final de seus episódios,  para que as pessoas não mudassem de canal e assistissem o início de Prison Break, o que não está acontecendo. Seria uma situação de escolha e a Fox poderia até tentar exibir alguns dos episódios que já estão prontos. Mas não sei. Eles não querem perder Prison Break, então pode ser que algumas mudanças na grade aconteçam. Para isso, entre uma ou outra, escolheriam a que já tem um público relativamente fixo, pelo seu sucesso anterior, Prision Break. Na melhor das hipóteses, ocorrerá uma mudança na grade de horário (repito, na melhor das hipóteses).


Bom, mas enquanto isso, a série continuará a ser exibida, e pra quem gosta de filmes de ficção que envolve ação e bom enredo, ou pra quem gostou da franquia "O Exterminador do Futuro", Terminator: The Sarah Connor Chronicles é uma boa pedida (eu até já estava gostando da história).


A Warner (que passa a série no Brasil) se prepara para mandar ao ar a segunda temporada, em novembro deste ano.


Terminator: The Sarah Connor Chronicles:

Warner, terças às 22 hs

Na ala oeste da Casa Branca...

Com um elenco e um roteiro excelentes, ’The West Wing’ é um seriado que destoa da mediocridade da TV apresentando, de forma pedagógica e inteligente, o dia-a-dia do gabinete presidencial do homem mais poderoso do mundo.


Esta acima foi a melhor definição que consegui encontrar para "The West Wing". Primeiro vou falar um pouco sobre a série. Bom, o seriado iniciou em 1999, com o poderoso Martin Sheen no papel principal, que no caso seria nada mais nada menos do que o Presidente (fictício) dos EUA. No ano de 2006 a série levou ao ar seu último episódio, pela NBC entre os americanos e pela Warner no Brasil. Outra situação interessante é que The West Wing passou também em TV aberta por aqui, ocupando um horário no programa "Séries Premiadas" do SBT, com o nome de "Na ala oeste da Casa Branca".
The West Wing tratou dos mais diversos assuntos de ordem política, econômica e social; e, claro, trouxe à tona os bastidores do poder. Séria? Sim. Chata? De jeito nenhum.


Acho que a maior virtude do programa, ao longo das 7 temporadas em que esteve no ar, foi ter diálogos excepcionais, muito pelo fato de não tratarem o presidente como uma personagem qualquer, muito disso se deve ao criador e principal roteirista, Aaron Sorkin que consegue de forma extraordinária, ambientar o cotidiano a ser demonstrado pela série.

Outra situação interessante é a valorização dos personagens codjuvantes, assim como o elenco e os roteiros de E.R. nunca esquecem enfermeiras e atendentes, os de The West Wing dão destaque aos funcionários de baixo escalão e a outros colaboradores que trabalham na sombra.

Mais um ponto em que a série se destacava, é como ela trata o domínio na arte de entremear relações íntimas, moral política, conflitos internos e problemas internacionais, e em mostrar que o homem mais poderoso do mundo é um homem como qualquer outro.

Curiosidade: No início do terceiro ano de produção, em outubro de 2001, Sorkin escreveu um episódio especial inspirado nos atentados de 11 de setembro, mas recusando a mesmice e o maniqueísmo de que o governo Bush é sempre grande apreciador.

Portanto, com um roteiro claro e pedagógico, The West Wing consegue encenar, simultaneamente, a vida cotidiana de um governo enorme e suas ramificações na vida de milhões de pessoas, permanecendo sempre compreensível e apresentando qualidades pedagógicas surpreendentes.

Um episódio notável (e bem emocionante) foi o último e derradeiro da série, onde o Presidente Bartlet e sua equipe relembram bons e maus momentos enquanto se aprontam para se despedir da Casa Branca e dos telespectadores. No adeus, participações especiais (como a da atriz Janeane Garofalo, por exemplo) e o retorno de Rob Lowe no papel de Sam Seaborn, o ex-Diretor de Comunicações do Governo Federal.


 
"The West Wing" sai de cena aclamada por público e, sobretudo, pela crítica: em sua história, a série venceu 2 Globos de Ouro, 25 Emmys e outros 54 prêmios.


 Ou seja, outros 81 bons motivos para quem não viu ver, e para quem já viu, rever, o mandato do presidente Bartlet.


Abraços!

quinta-feira, outubro 16

Rapidinhas!

Bom, uma vez por semana vou colocar algumas notícias rápidas e curtas sobre os vários assuntos que vem rondando o mundo das séries, alguns assuntos eu falarei mais posteriormente, com posts completos e outros nem tanto, mas se você quiser ver algum dos assuntos em posts completos é só ir em "comentários" e divulgar sua sugestão!


Você sabe qual a série mais baixada ilegalmente na internet???...Pois é, o site americano TV by the Numbers divulgou essa semana, que Heroes é a série com mais downloads ilegais na rede de computadores. Muitos jornalistas americanos cogitam que a baixa audiência da série nesta terceira temporada se dá devido ao grande número de "telespectadores" virtuais, ou seja, como não se tem como contabilizar esses "fãs", imagina-se que a série ainda faz sucesso (será?!). Completam a lista de mais baixados ilegalmente, na ordem: "Prision Break"; "Dexter"; "Terminator: The Sarah Connor Chronicles"; "Grey´s Anatomy"; Smallville"; "Desperate Housewives"; "Stargate Atlantis"; "Supernatural" e fechando em décimo "Family Guy".


A emissora de TV americana Showtime (conhece? nem eu...) selecionou recentemente um piloto da nova série de Matthew Perry (isso mesmo! o Chandler de Friends), chamada "The End of Steve". A série oi criada pelo ator em parceria com o roteirista de "Rescue Me" Peter Tolan. Matthew irá ser o protagonista da trama, que conta a história de um infeliz apresentador de talkshow egomaníaco que está confinado a trabalhar a tarde na cidade de Rochester e que procura redenção pessoal e profissional. Esta é a segunda tentativa de Perry voltar ao mundo dos seriados, relembrando que ele esteve na elogiada (mas sem sucesso de audiência) "Studio 60 on the Sunset Strip" (já comentada aqui no blog!), será que agora vai???


Notícia boa para os fãs de CSI, a série ficou no topo do ranking de audiência dentre as estréias da última temporada. Isso mesmo, a série criminalista da emissora CBS arrebatou 23,5 milhões de espectadores no Estados Unidos, sendo o único seriado a ultrapassar a casa dos 20 Milhões. Uma nototícia muito boa, já que a série entra na Nona temporada e mostra que ainda tem muita força e fãs. Na semana passada, os dez programas mais assistidos foram: "CSI" (23 milhões), "Dancing with the Stars" (19 milhões), "NCIS" (16 milhões), "Criminal Minds" (16 milhões), "CSI:NY" (16 milhões), "Desperate Housewives" (15 milhões), "Dancing with the Stars Results" (15 milhões), "Grey´s Anatomy" (14 milhões), "The OT" (14 milhõeS), "Two and a Half Men" (14 milhões).


The Mentalist terá uma temporada completa. The Mentalist, série que ainda não estreou no Brasil (deve aparecer em novembro na Warner) que ea apenas uma aposta da CBS, ganhou 22 episódios logo na primeira temporada, o que reflete o sucesso que a trama fez. A audiência foi muito boa e parece que agradou os executivos da CBS.

Foram divulgadas pela Paramount as primeiras fotos oficiais de Jornada nas Estrelas.Os jovens Capitão Kirk e o Sr. Spock também estampam a capa da revista Entertainment Weekly. Aí você me pergunta : "Porque diabos ele tá falando sobre filme?" Ora!, simplesmente pois quem interpreta o Sr. Spock é nada mais nada menos que Zachary Quinto também conhecido como Sylar de "Heroes". Outra informação interessante é que o longa é dirigido por J.J. Abrams ( Vulgo: Criador de "Lost"). Mais informações : http://quefilmeesse.blogspot.com/
E parece que os produtores de Eli Stone e a rede americana ABC, estão gostando da participação de Katie Holmes na série (Pra quem não sabe a esposa de Tom Cruise particpa desta 2ª temporada). Tudo indica que ela vai ganhar mais espaço no decorrer desta temporada (a ABC encomendou mais uma fornada de episódios, que inicialmente contava apenas com 13). Tudo indica que ela terá inicialmente um papel secundário e posteriormente começará aparecer mais, ganhando sua parte na trama, os produtores a classificam como uma visão feminina de Eli Stone.
E pra terminar, uma última informação. Finalmente assisti aos primeiros episódios da 5ª temporada de Grey's Anatomy (um amigo meu, Tor Enty, trouxe os episódios legendados dos EUA...). Gostei muito, posso dizer que a história não perdeu a graça e coisas novas vem por aí! o problema é esperar até fevereiro pra série chegar aqui , mas vale a pena esperar! A Shonda Rhimes me pareceu criativa nesse início de temporada, espero que continue assim.



No decorrer da semana eu explico melhor as notícias, e se você gostou de alguma em particular ou quer ver alguma outra série sendo comentada aqui, é só divulgar sua sugestão nos comentários. Lembrando que as sugestões que já foram postas aqui serão postadas, eu não esqueci!




quarta-feira, outubro 15

O efeito Tim Burton no mundo das séries

Apesar de não ter a mínima colaboração do famoso diretor de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", "A Noiva Cadáver", entre outros, Pushing Daisies tem uma fotografia e um enredo muito similar aos utilizados por Tim Burton em seus filmes.


Isso é bom?.....Esta é uma pergunta extremamente difícil, há quem goste e quem não suporta esse tipo de estilo, particularmente (repito, particularmente), a série me agrada, é o tipo de trama que eu gosto, mistura comédia inteligente com tons de drama.

O que eu posso dizer é que, se você não gostou muito do remake feito por Tim Burton de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", ou não achou agradável o filme "Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet", provavelmente Pushing Daisies não é para você, isto porque Bryan Fuller ("Heroes", "Wonderfalls", "Dead Like Me") que criou e escreve a série, utiliza vários artifícios similares aos do famoso diretor, o seriado traz uma mescla diferente de fantasia, mistério e romance, eu classificaria como um "pseudo-conto de fadas" com personagens exóticos mas certamente interessantes.



Pushing Daisies estreeou no dia 3 de outubro de 2007 nos EUA, envolta por muita expectativa, principalmente por ter um formato bastante particular com relação as demais séries. No Brasil, Pushing Daisies teve seu início no dia 10 de abril de 2008, na Warner. Agradou tanto que fez com que a produtora renovasse o seriado e engatasse uma 2ª temporada.


Curiosidade: Na sua estréia, Pushing Daisies teve uma audiência de 12,83 Milhões de telespectadores, ficando com a quarta colocação dentre as estréias da Fall Season.


A trama tem como base, a história de Ned (Lee Pace), um jovem com um dom incomum,desde garoto, tem a capacidade de trazer os mortos de volta a vida com apenas um toque, porém,  se encostar novamente na criatura que “ressuscitou” esta morrerá para sempre. O dom traz outra complicação, o efeito da mágica deve durar apenas 60 segundos e Ned tem que encostar novamente no que trouxe a vida, ou o Universo será obrigado a equilibrar a força cósmica, matando qualquer um que esteja próximo e que tenha a mesma proporção de energia do “ressuscitado”. Se isso ocorrer, aquele que foi afetado pela magia ganha a vida daquele que o universo sacrificou. Entendeu?....Se assistir entenderá.


Tudo se inicia quando Ned, decide usar seu dom para algo útil, e passa a trabalhar com um investigador particular, Emerson Cod (Chi McBride), trazendo de volta  a vida vítimas de assassinatos para que revelem o nome de seus assassinos. Até aí tudo poderia ser previsível, todavia, a história começa a ficar mais interessante quando Ned tem de reviver sua antiga paixão de juventude, Charlotte "Chuck" Charles (Anna Friel), para que esta revele seu "assassino". Mas depois adivinhem?.....Claro que ele não a toca de novo, pois assim a perderá para sempre.

Portanto, a trama gira em torno dos casos a serem solucionados pelo trio, mas sempre com aquele amor platônico (neste caso literalmente) entre o casal Ned e Chuck, que nunca mais podem se tocar.


Assim, pra quem gosta desse tipo de tema, com essas novidades de composição do tema, cenários, fotografia, similares aos ambientes fantásticos de Tim Burton, Pushing Daisies é uma boa pedida. Porém, se você gosta de séries mais realistas, passe longe, essa não é pra você!


Warner:
quinta 21h00/00h00
sexta 13h00
domingo 21h00

The Big Bang Theory

Olá!
Bom, hoje eu vou falar sobre esse fantástico seriado que está entrando na sua 2ª temporada!
The Big Bang Theory é daquelas pra rir mesmo, escrita pelo mesmo criador da renomadíssima "Two and a Half Men", Chuck Lorre, em parceria com o criador de "Gilmore Girls", Bill Prady, este novo Sitcom entra na telinha com uma comédia diferente, misturando besteirol, com piadas "inteligentes"....Estranho né?
Isso acontece pois a série mostra a história de dois melhores amigos (Leonard e Sheldon, interpretados por Johnny Galecki e Jim Parsons), muito inteligentes, gênios mesmo, que quando o assunto é física avançada ou matemática, podem lhe dizer tudo o que quiser, mas se o assunto é vida pessoal e relacionamente com mulheres, eles são uns destastres!




E é justamente em um encontro com uma mulher que tudo começa. A história inicia quando os dois melhores amigos descobrem que tem uma nova companhia no andar de seu prédio, no caso, é   Penny (Kaley Cuoco), atendente de uma fábrica de cheesecake recém chegada ao universo dos dois gênios. Junto com outros amigos socialmente disfuncionais, Wolowitz (Simon Helberg) e Koothrappali (Kunal Nayyar), essa dupla se mete em diversas confusões, e acabam entendendo a existência de outros universos, que não o científico, como por exemplo e do amor, demonstrado com a chegada de Penny.



O programa teve um episódio piloto lançado em Maio de 2007 nos EUA, pela CBS, agradou tanto que foi escolhida como a primeira comédia da temporada 2007/2008 no dia 19 de outubro de 2007, parou em novembro por conta da greve dos roteiristas (¬¬) mas voltou a ser transmitida em março de 2008, faltando 9 episódios para o final da temporada. Com o sucesso da série, a CBS resolveu continuar a trama e liberou uma 2ª temporada, que já está sendo transmitida nos EUA e deve ter início no Brasil em novembro deste ano, pela Warner Channel.



O seriado não é muito pesado, mas também não é infantil....É um sitcom interessante, com tons de realidade, mostrando um cotidiano comum  de muitas pessoas, assim como as dificuldades de um relacionamento amoroso pelo qual muitos passam. Eu particularmente me surpreendi de uma boa maneira com The Big Bang Theory, é bem agradável e eu recomendo, principalmente pra quem gosta de rir!
Se você gosta de Two and a Half Men, vai encontrar uma nova e excelente comédia pra assistir!


Fica a dica!



The Big Bang Theory passa na Warner:
Terças 20 e 23 hs
Quartas 13 h
Domigos 11:30 hs



PS: Quero agradecer as pessoas que tem visitado o Blog e comentado principalmente, aqui serão sempre bem-vindos, relembrando que as sugestões serão lembradas, vou procurar falar sobre as séries pedidas e corrigir alguns errinhos, críticas construtivas são bem-vindas!
Muito obrigado pela força e continuem visitando e comentando quando quiserem!
O 14 temporadas é feito pra vocês e eu vou tentar escrever sobre tudo o que me pedirem.

Abraços!

terça-feira, outubro 14

Aí vem a 5ª temporada!

Bom, todos sabem que Grey's Anatomy (minha série favorita) é um dos maiores sucessos dos últimos tempos quando o assunto é séries de TV (até o SBT resolveu comprar alguns episódios!!).


A série que tinha como intuito inicial preencher um espaço entre uma série cancelada e uma que estaria por iniciar fez, talvez, o sucesso mais inesperado dentre todos os seriados da TV fechada. Essa é a razão para a primeira temporada ter apenas 9 episódios, bem curtinha.....pelo espaço de tempo que a deram.
Tal sucesso não reduziu na segunda temporada, emplacou mais um estrondo de audiência, sendo a série mais assistida dos EUA e ficando entre as primeiras no Brasil.



E anos se passaram depois daquele encontro entre Meredith Grey e Derek Shepperd no primeiro dia de residência dos "novos médicos".....Muitas tramas e temporadas depois, Grey's Anatomy chega na 5ª temporada....(SE VOCÊ NÃO ASSISTIU A 4ª TEMPORADA NÃO LEIA)



Pois é, pra quem não sabe, a nova temporada da série médica já está passando na ABC americana ,estando no 3º episódio da 5ª temporada. Muito se comenta sobre os novos rumos da trama, talvez alguns "erros" cometidos por Shonda Rhimes (que escreve o seriado) nas temporadas passadas seriam corrigidos....Um deles? O namoro muito mal sucedido entre George O' Malley e Izzie Stevens, perece que os fãs (como eu) não gostaram mesmo, e dizem as más-línguas que agora o residente atrapalhado teria um caso com a irmã de Meredith, Lexie Grey. É esperar para ver...



Muito esperado também, é o suposto "triângulo amoroso" entre Mark "McSteamy" Sloan, Callie Torres e Erica Hahn, acho que uma das maiores e mais inesperadas surpresas foi o beijo entre as duas doutoras, me parece que esses três ainda darão muito o que falar (só espero que esse núcleo do seriado não use isso de uma maneira ruim, tem tudo pra dar certo, mas muito pra dar errado também...).



E pra quem pensava que Derek e Meredith teriam o esperado sossego depois de tantas confusões, traições e reconciliações, está muito enganado! Tudo indica que Rose, a charmosa enfermeira que engatou um caso no começo da quarta temporada com Derek e que perdeu a vez no final, quando este resolveu ficar com Meredith, vai mesmo lutar pelo amor do Neurocirurgião, parece que ela vai perder o equilíbrio que tinha na 4ª temporada e vai atrapalhar o romance que se iniciou na 1ª temporada....Quero só ver...


Muita água vai rolar nessa nova temporada, eu não vou perder, e você?!


Fica a dica!


A 5ª temporada de Grey's anatomy vai ao ar por aqui apenas em fevereiro de 2009, mas já tem alguns episódios disponíveis na internet. Enquanto isso, a Sony passa a reprise da 2ª e 4ª temporadas, pra quem ainda não conhece a série, pode assistir esse "início", já que como eu disse, a primeira temporada tem só 9 episódios.


Sony: 2ª Temporada
Segunda à Sexta, 12 h (dublado)
Segunda à Sexta, 19 h (legendado)


Sony: 4ª Temporada
Segundas às 22 h (legendado) - reprises às segundas 01 h da manhã


E pra quem prefere ou não tem TV a cabo:
SBT: 2ª Temporada
Quintas às 23 h ou 23:15 h (depende de Pantanal ¬¬) - Sempre dublado

segunda-feira, outubro 13

Vida longa às Desesperadas

Após 4 temporadas ( a última ainda em exibição no Brasil ), Desperate Housewives promete longevidade diante de seus fãs e telespectadores. Com um ambiente que foge à regra (e faz a diferença da série), onde tudo poderia ser normal e sem muitas surpresas, Desperate Housewives demonstra todo o possível (e impossível) de vidas nada normais em um ambiente muito comum!
E foram essas “imperfeições” das vidas familiares e pessoais das “Donas-de-casa” que chamaram a atenção do público e engatou um sucesso de audiência. Com uma comédia forte nada infantil e a presença de trechos dramáticos, o seriado mostra a rotina das personagens em busca da manutenção da aparência social, com muitos casos amorosos e dificuldades profissionais assim como parentescas.
Ao que tudo indica, os executivos da ABC (que produz a série) estão muito satisfeitos com o resultado de grande aprovação do programa. Tanto, que decidiram renovar o contrato (comenta-se que por um valor em torno de 10 Milhões de dólares) com criador da série Marc Cherrys por mais 4 anos ; o que confirma a continuidade do seriado pelo menos até 2011. e suas “Desesperadas"
Para se ter idéia, o sucesso de Desperate Housewives foi tanto, que a trama ficou com o primeiro lugar em audiência dentre as séries na última temporada (2007/2008), seguido de CSI, House e Grey’s Anatomy.
Parece que os fãs de Desperate Housewives vão continuar tendo a companhia de Bree, Susan, Lynette, Gabrielle, Eddie e suas aventuras por um bom período.
Desperate Housewives passa na Sony, às quartas, 22 hs.

domingo, outubro 12

Lados opostos da mesma moeda

Há muito tempo, novas idéias vem brotando das mentes dos roteristas e autores das séries de TV. A cada temporada vemos novos temas sendo criados, alguns emplacando e outros não dando tão certo. Nesse momento, vale muito a criatividade e originalidade do autor na produção do novo programa, tramas cada vez mais diferentes aparecem na telinha.

Mas nem sempre tais séries "diferentes" dos temas habituais conseguem engatar uma boa audiência que permita a continuação por mais uma temporada nos canais de televisão. Um exemplo interessante deste tipo de situação, foi a criação de dois seriados relativamente parecidos no que se diz ao tema, no 2º semestre do ano de 2006. São eles, Studio 60 on the Sunset Strip e 30 Rock ; Ambas as tramas são inspiradas nos bastidores de programas de grande sucesso. Tanto a série do "ex-friends" Matthew Perry (Studio 60) como a do conhecido Alec Baldwin (30 Rock), retratam um cotidiano bem conhecido no mundo televisivo, os bastidores de um programa de variedades de sucesso (muitos fazem a ligação com o espetacular Saturday Night Live).
Curiosidade: Tina Fey, escritora e criadora de 30 Rock, participou por muito tempo como colaboradora e atriz do programa Saturday Night Live (SNL). Outra informação interessante, é o nome da série, que reforça ainda mais a idéia da inspiração em SNL, 30 Rock é assim chamada, pois representa o edifício 30 Rockfeller Plaza, em Nova York, onde se encontram os estúdios da NBC, e onde é gravado o próprio Saturday Night Live.

Até aí tudo bem, se não fosse o fato da imensa diferença de sucesso entre os dois seriados. Por um lado, 30 Rock, emplacou uma audiência muito boa, agradando à crítica e principalmente aos próprios telespectadores, ganhando uma excelente continuação. E por outro, a decepção de audiência de Studio 60, não estimulou os produtores e executivos da NBC a promoverem uma continuação do seriado, fazendo com que o último episódio fosse ao ar no dia 28 de Junho de 2007. A série do "ex-friends", era até interessante, e quem sabe daria certo e faria mais sucesso se lhe fosse investida mais uma temporada. Mas como quem manda é a audiência americana e não a brasileira....

Curiosidade: Studio 60 on the Sunset Strip, teve boa resposta com relação à crítica, inclusive sendo indicada para algumas premiações.

Como deu pra ver, nem todas as séries que não dão certo acabam devido a criatividade e originalidade na criação do programa, e sim em conseqüência do desenrolar da trama.

Quem manda é o telespectador!
Pra quem gosta desse tipo de história, fica a dica......

14 Temporadas © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO