quarta-feira, outubro 15

O efeito Tim Burton no mundo das séries

Apesar de não ter a mínima colaboração do famoso diretor de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", "A Noiva Cadáver", entre outros, Pushing Daisies tem uma fotografia e um enredo muito similar aos utilizados por Tim Burton em seus filmes.


Isso é bom?.....Esta é uma pergunta extremamente difícil, há quem goste e quem não suporta esse tipo de estilo, particularmente (repito, particularmente), a série me agrada, é o tipo de trama que eu gosto, mistura comédia inteligente com tons de drama.

O que eu posso dizer é que, se você não gostou muito do remake feito por Tim Burton de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", ou não achou agradável o filme "Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet", provavelmente Pushing Daisies não é para você, isto porque Bryan Fuller ("Heroes", "Wonderfalls", "Dead Like Me") que criou e escreve a série, utiliza vários artifícios similares aos do famoso diretor, o seriado traz uma mescla diferente de fantasia, mistério e romance, eu classificaria como um "pseudo-conto de fadas" com personagens exóticos mas certamente interessantes.



Pushing Daisies estreeou no dia 3 de outubro de 2007 nos EUA, envolta por muita expectativa, principalmente por ter um formato bastante particular com relação as demais séries. No Brasil, Pushing Daisies teve seu início no dia 10 de abril de 2008, na Warner. Agradou tanto que fez com que a produtora renovasse o seriado e engatasse uma 2ª temporada.


Curiosidade: Na sua estréia, Pushing Daisies teve uma audiência de 12,83 Milhões de telespectadores, ficando com a quarta colocação dentre as estréias da Fall Season.


A trama tem como base, a história de Ned (Lee Pace), um jovem com um dom incomum,desde garoto, tem a capacidade de trazer os mortos de volta a vida com apenas um toque, porém,  se encostar novamente na criatura que “ressuscitou” esta morrerá para sempre. O dom traz outra complicação, o efeito da mágica deve durar apenas 60 segundos e Ned tem que encostar novamente no que trouxe a vida, ou o Universo será obrigado a equilibrar a força cósmica, matando qualquer um que esteja próximo e que tenha a mesma proporção de energia do “ressuscitado”. Se isso ocorrer, aquele que foi afetado pela magia ganha a vida daquele que o universo sacrificou. Entendeu?....Se assistir entenderá.


Tudo se inicia quando Ned, decide usar seu dom para algo útil, e passa a trabalhar com um investigador particular, Emerson Cod (Chi McBride), trazendo de volta  a vida vítimas de assassinatos para que revelem o nome de seus assassinos. Até aí tudo poderia ser previsível, todavia, a história começa a ficar mais interessante quando Ned tem de reviver sua antiga paixão de juventude, Charlotte "Chuck" Charles (Anna Friel), para que esta revele seu "assassino". Mas depois adivinhem?.....Claro que ele não a toca de novo, pois assim a perderá para sempre.

Portanto, a trama gira em torno dos casos a serem solucionados pelo trio, mas sempre com aquele amor platônico (neste caso literalmente) entre o casal Ned e Chuck, que nunca mais podem se tocar.


Assim, pra quem gosta desse tipo de tema, com essas novidades de composição do tema, cenários, fotografia, similares aos ambientes fantásticos de Tim Burton, Pushing Daisies é uma boa pedida. Porém, se você gosta de séries mais realistas, passe longe, essa não é pra você!


Warner:
quinta 21h00/00h00
sexta 13h00
domingo 21h00

4 Comentários:

Aline Cristina. disse...

Ótima dica !!!

Confesso que eu amo o Tim Burton !!!

Beijocas !!!

Gran Magic Carmesin: Nat Valarini disse...

Bom dia!

Pela descrição parece interessante, fiquei curiosa...

Mas tenho que confessar uma coisa: não gostei muito do remake da Fantástica Fábrica.

Bom, mas coisinhas a parte vou seguir tua dica e assistir.
PS.: Teu blog é muito bom!

Joyce Carpes disse...

Olha eu simplesmente afdoro Pushing Daisies!

è super inteligente e as cores são fantástica, sem comentar que eu dou várias risadas rs..

Parabéns pelo blog!

Walter Giglio disse...

Olá Ian, voltei, ainda sentindo falta de uma crítica/análise de The West Wing, uma série tão premiada que merece estar aqui.
Confesso que não gostei de Pushing Daisies, talvez pela expectativa que criei em razão da extensa mídia e publicidade.
Para mim, parece um sonho, meio slow motion, respeito quem curte, até pq Tim Burton acerta a maioria.
Valeu e continue com o Blog, está ótimo.

Postar um comentário

14 Temporadas © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO